Saiba o que é o DAEM, muito comum no universo masculino

Os cuidados com a saúde masculina ainda são vistos de uma forma diferente do que se vê no ambiente das mulheres. Pesquisas apontam que os homens se cuidam menos, vão menos ao médico. Isso se torna preocupante e levanta um alerta para que todos passem a observar melhor o organismo e não se deixem ficar desleixados com detalhes que podem fazer a diferença na vida das pessoas. Isso inclui também a saúde íntima, que ainda é um tabu na sociedade masculina. Por isso, poucos conhecem a sigla DAEM, disfunção muito comum no universo dos homens.

A DAEM nada mais é do que a deficiência androgênica do envelhecimento masculino. Assim como as mulheres passam pelo período de diminuição e mudança no âmbito hormonal por volta dos 40 anos de idade, os homens também podem passar por esse processo, que deve ser analisado com cuidado e minuciosidade para que o bem-estar físico e emocional seja mantido. Sabe-se que a testosterona é o hormônio mais predominante e principal no organismo dos homens, capaz de estimular toda a sexualidade e funções peculiares como tom de voz, crescimento de pelos e outros fatores que caracterizam o homem propriamente dito.

No entanto, quando o indivíduo chega na idade dos 40 anos, em média, pode ser que a produção desse hormônio tenha um leve declínio. Essa disfunção é caracterizada pela DAEM quando há interferência exclusiva no ramo da sexualidade. Ou seja, quando os hormônios diminuem e com isso há alteração também na ereção e libido, é recomendado que o homem busque um auxílio médico especializado para que a qualidade de vida não seja afetada e o problema seja resolvido. Os principais sintomas dessa disfunção são:

  • Diminuição da libido;
  • Falta de energia para a realização de tarefas cotidianas;
  • Redução da força muscular, ou sensação de fraqueza;
  • Sensação de perda de altura;
  • Mudança no humor, geralmente caracterizada por arrogância e tristeza frequentes;
  • Ereções menos vigorosas ou a falta total delas;
  • Diminuição da vontade de praticar atividades físicas;
  • Sonolência (principalmente após as refeições);
  • Piora no desempenho profissional e da vida em geral.

Por isso, consulte um médico em qualquer suspeita e tenha uma vida mais saudável.

 

Barba bonita é barba higienizada

A higienização do corpo é algo fundamental para a manutenção do bem-estar e também da autoestima de qualquer um. Isso também inclui a boa imagem pessoal e também para a construção positiva no âmbito emocional e pessoal. É comum existir homens que se cuidam tanto ou até mais do que as mulheres, pois atualmente um padrão de beleza e cuidado masculino tem se estabelecido e atraído os homens para um zelo maior da saúde e aparência, o que inclui a barba.

Muitos desejam cultivar uma barba de respeito, conhecida por ser grande, preenchida e que impõe masculinidade na sociedade. Mas uma barba de respeito e bonita é aquela que está bem higienizada e isso não pode ser deixado de lado pelos rapazes. Escolher deixar a barba crescer envolve uma série de questões e por isso deve haver um cuidado maior e específico, pois cada rosto tem o um formato e nem sempre a mesma barba combina com todos os homens.

Confira algumas dicas abaixo para manter a barba higienizada e atraente:

Evite coçar os pelos

É fato que as unhas carregam uma série de micróbios que podem danificar o crescimento da barba e machucar a pele. Por isso, quando os pelos começam a espetar no rosto, o importante é manter a calma e evitar coçar, mesmo que haja um incômodo, que é natural durante esse período. Para garantir mais comodidade, recomenda-se passar produtos específicos de barba que geram mais bem-estar e aliviam a coceira.

Forma de barbear

Cada um possui um método de se barbear individual. Muitos dizem que cortar a barba no sentido inverso pode melhorar o crescimento de pelos ou então causam machucados e pelos encravados. No entanto, o melhor é entender o próprio corpo e perceber qual maneira de barbear é a mais adequada. A única dica unânime que deve ser seguida está no fato de lavar a barba com água morna para amolecer os pelos e favorecer os poros da pele durante o processo de corta.

Limpe a barba de forma constante e equilibrada

O mercado masculino oferece uma infinidade de produtos que servem para a higienização da barba. Por isso, consulte um especialista, vá ao barbeiro e se oriente de forma que sua barba esteja sempre limpa, higienizada e com um aspecto agradável.

 

A história evolutiva da força masculina

Sabe-se que existem diversas diferenças no corpo masculino e feminino. É fato também que os homens são, geralmente, mais forte que as mulheres e isso vem de um processo muito longo que data desde a Idade da Pedra. Antigamente, as funções de homens e mulheres na sociedade primitiva já eram moldadas para que a convivência fosse possível. Basicamente, tudo era dividido em caça para os machos e coleta e cuidado para as fêmeas. Assim, a evolução da espécie humana fez com que o corpo de cada gênero fosse adaptado para que as tarefas de caça e coleta fossem desempenhadas da melhor forma possível.

Assim, naturalmente, sabe-se que a atividade de caça exige maior resistência física para o ser humano e isso se aplicou ao sexo masculino. Dessa maneira, a evolução permitiu que os homens tivessem mais músculos, mais força física, melhor visão noturna e consequentemente mais resistência a aspectos como frio e calor extremos e outras situações adversas que frequentemente ocorrem na natureza. Por outro lado, a mulher passou a ter uma visão mais estratégica e detalhista, com bastante foco na realização de diversas tarefas simultaneamente.

A pré-história é a principal responsável por estabelecer esse ritmo de vida que interfere nas relações sociais até a atualidade. As diferenças morfológicas de corpo masculino e feminino também incluem a moldura do corpo. Evolutivamente, as mulheres foram encarregadas da função de transportar uma criança. Por isso, o quadril delas é mais largo que o masculino enquanto os homens possuem um corpo mais ágil e forte para a busca de suprimentos para a prole e também em possíveis lutas que ocorriam contra outros homens para a busca de alimento.

Com isso, as mulheres tendem a desenvolver um corpo mais curvilíneo. O metabolismo é o principal responsável por essa diferença no corpo de cada um, pois os homens tendem a possuir maior facilidade para a queima de calorias, enquanto as mulheres convertem a comida em gordura, que se dissemina para as regiões dos seios, coxas e nádegas, principalmente. Por fim, conclui-se que cada um tem um papel fundamental para a manutenção da espécie e a natureza tem sido sempre muito inteligente para o desenvolvimento do ser humano.