Saiba o que é o DAEM, muito comum no universo masculino

Os cuidados com a saúde masculina ainda são vistos de uma forma diferente do que se vê no ambiente das mulheres. Pesquisas apontam que os homens se cuidam menos, vão menos ao médico. Isso se torna preocupante e levanta um alerta para que todos passem a observar melhor o organismo e não se deixem ficar desleixados com detalhes que podem fazer a diferença na vida das pessoas. Isso inclui também a saúde íntima, que ainda é um tabu na sociedade masculina. Por isso, poucos conhecem a sigla DAEM, disfunção muito comum no universo dos homens.

A DAEM nada mais é do que a deficiência androgênica do envelhecimento masculino. Assim como as mulheres passam pelo período de diminuição e mudança no âmbito hormonal por volta dos 40 anos de idade, os homens também podem passar por esse processo, que deve ser analisado com cuidado e minuciosidade para que o bem-estar físico e emocional seja mantido. Sabe-se que a testosterona é o hormônio mais predominante e principal no organismo dos homens, capaz de estimular toda a sexualidade e funções peculiares como tom de voz, crescimento de pelos e outros fatores que caracterizam o homem propriamente dito.

No entanto, quando o indivíduo chega na idade dos 40 anos, em média, pode ser que a produção desse hormônio tenha um leve declínio. Essa disfunção é caracterizada pela DAEM quando há interferência exclusiva no ramo da sexualidade. Ou seja, quando os hormônios diminuem e com isso há alteração também na ereção e libido, é recomendado que o homem busque um auxílio médico especializado para que a qualidade de vida não seja afetada e o problema seja resolvido. Os principais sintomas dessa disfunção são:

  • Diminuição da libido;
  • Falta de energia para a realização de tarefas cotidianas;
  • Redução da força muscular, ou sensação de fraqueza;
  • Sensação de perda de altura;
  • Mudança no humor, geralmente caracterizada por arrogância e tristeza frequentes;
  • Ereções menos vigorosas ou a falta total delas;
  • Diminuição da vontade de praticar atividades físicas;
  • Sonolência (principalmente após as refeições);
  • Piora no desempenho profissional e da vida em geral.

Por isso, consulte um médico em qualquer suspeita e tenha uma vida mais saudável.