O que é a ANS?

No Brasil, há dois sistemas de saúde disponíveis para as pessoas. O mais comum é o Sistema Único de Saúde (SUS), que foi elaborado pelo governo para possibilitar um atendimento de qualidade para as pessoas de forma gratuita, de acordo com a ética e as leis de que todos os indivíduos têm direito pela saúde. Atualmente, há bastantes discordâncias sobre como o estado lida com essa questão da medicina pública, visto que muitos locais não oferecem serviços satisfatórios e com isso geram estresse, filas e uma infinidade de situações desconfortáveis. Com isso, surgiu a ANS.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar é o reflexo de um trabalho de saúde pública ineficaz na sociedade brasileira. A população, muitas vezes insatisfeita com o SUS, decide procurar investir financeiramente em um plano de saúde suplementar.

Obviamente, apenas os que têm condições financeiras conseguem usufruir desse privilégio, mas com o grande número de bandeiras disponíveis no mercado, fica mais fácil conseguir assinar uma apólice desse perfil.

No entanto, antigamente as operadoras possuíam suas próprias regras e isso também trazia insegurança para as pessoas. Assim, o estado brasileiro desenvolveu a ANS, que é um órgão responsável pela fiscalização das atividades de saúde em todo o território nacional.

A ANS surgiu por meio da lei nº 9.961, de 28 de janeiro de 2000 e faz parte do Ministério da Saúde. Essa lei foi elaborada para funcionar como uma ferramenta que regula um setor da economia brasileira que até então não tinha um padrão de funcionamento.

Esse órgão é extremamente importante para o comércio de planos de saúde pois através dele há um conjunto de ações desenvolvido pelo governo para o controle de segmentos do mercado. Isso permite que exista mais fidelidade ao que é de interesse público.

Por isso, a ANS tem um rol de procedimentos mínimo que deve ser coberto com obrigatoriedade pelas bandeiras de saúde. Os grupos que desobedecem essa norma ficam irregulares e assim não é recomendado que haja parceria do consumidor com eles.

  • Missão

Promover a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde, regular as operadoras setoriais e contribuir para o desenvolvimento das ações de saúde no país.

  • Visão

Ser reconhecida como indutora de eficiência e qualidade na produção de saúde.

  • Valores

A ANS tem por valores institucionais a transparência e ética dos atos, o conhecimento como fundamento da regulação, o estímulo à inovação para busca de soluções e o foco no compromisso social.