Cresce o número de beneficiários de planos de saúde em fevereiro

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) disponibilizou em seu portal da web uma informação que mostra como os planos de saúde parecem dar uma reviravolta no mercado de assistência de medicina. O número de beneficiários cresceu no mês de fevereiro de 2017, o que se opõe aos 19 meses anteriores que mostraram queda na quantidade de clientes.

O crescimento foi expressivo, já que 144 mil pessoas a mais do que o mês de janeiro contrataram algum plano de auxílio médico, aproximadamente o mesmo número de adesões ao benefício odontológico.

O maior destaque para o crescimento de apólices está no segmento empresarial. Ou seja, os empreendedores e donos de pequenas, médias e grandes companhias investiram de forma mais assídua em oferecer saúde de qualidade para os colaboradores.

Atualmente, grande parte das empresas oferecem esse modelo de medicina, pois é uma boa estratégia para oferecer vagas de emprego e também contra o absenteísmo (Para mais informações sobre os benefícios de um plano empresarial, clique aqui).

Entre todos os estados brasileiros, apenas Acre, Rondônia e Santa Catarina não obtiveram crescimento de assinaturas, mas esse número é irrelevante entre as outras 23 regiões brasileiras mais o Distrito Federal.

É interessante observar que nas modalidades de plano coletivo por adesão, familiar e individual houve um pequeno decréscimo com relação ao mês anterior. No entanto, o alto rendimento de contratações empresariais puxou o nível geral para um saldo positivo.

Isso mostra que a aquisição de apólices nessa plataforma são uma tendência que deve continuar para os meses seguintes. Conforme a nota da ANS, “no comparativo com o mês de janeiro, o setor registrou 158,9 mil beneficiários a mais neste tipo de contrato (o equivalente a meio ponto percentual)”.

Os planos dentais também passaram por um resultado positivo nesse mês. De acordo com dados fornecidos pela Agência Nacional de Saúde, entre os meses de fevereiro de 2016 e 2017, houve um crescimento que se aproximou do número de 2 milhões de novos clientes. Se essa marca seguir no mesmo padrão, pode-se dizer que em fevereiro de 2018 o total de beneficiários pode atingir a marca de 24 milhões de usuários.