Como lidar com as cólicas do bebê

Os desafios existentes para pais e mães são diversos, sejam eles solteiros ou casados, pois as crianças chegam ao mundo como seres extremamente frágeis e totalmente dependentes dos responsáveis. Sabe-se também que é natural os pais do bebê se encontrarem em situações de difícil solução, como no caso das cólicas dos pequenos.

Em primeiro lugar, é necessário um entendimento mais aprimorado dos motivos pelos quais o bebê chora. Há inúmeras razões para isso, por isso a experiência e ajuda de um médico pediatra são essenciais para compreender o universo dos recém-nascidos. Especialistas afirmam que um choro caracterizado pela cólica acontece normalmente em crianças com até 5 meses de vida e que reclamam por cerca de 3 horas seguidas por dia durante pelo menos 3 semanas.

Outro fato relevante é que as dores costumam surgir no período que varia entre a segunda e a terceira semana após o nascimento, por isso os pais precisam se manter sempre atentos ao comportamento do filho. Ademais, é fundamental levar em conta algumas dicas e sinais indicados pelo bebê que podem estar relacionados com a cólica.

A criança passa a chorar de maneira intensa e os pais não conseguem acalmá-la com eficiência. Além disso, outro fator observado é que o neném costuma encolher as pernas e arquear as costas, o que provoca gases. Porém, deve-se salientar que as dores não representam nenhum risco grave ao bebê e há sinais de melhorias por volta do terceiro ou quarto mês de vida do indivíduo.

As causas prováveis da cólica podem estar relacionadas ao organismo do bebê, que ainda não está totalmente adaptado ao ambiente externo da barriga da mãe. Por isso, ele sofre algumas reações ao leite materno. Além do mais, as dores podem ser por causa de um sistema nervoso imaturo ou sensível e até mesmo pelos gases. Confira agora as principais dicas para buscar um alívio na cólica do seu neném:

  • Tente eliminar da sua dieta o consumo de derivados do leite, cafeína, chocolate;
  • Deite o pequeno de barriga para baixo sobre o seu colo e faça massagem em suas costas;
  • Tente colocá-lo com a barriga em contato com a sua para acalmá-lo;
  • Prepare um banho de imersão regulando a temperatura da água entre 36ºC e 37ºC;
  • Enrole-o como se fosse um pacote, pois esse aconchego diminui a irritabilidade da criança;
  • Tente alternativas para prevenir os gases;
  • Deite-o de costas e flexione as suas perninhas sobre o abdômen para que ele solte gases;
  • Após essas atividades, caso o bebê continue com cólicas fortes, é essencial consultar um pediatra.