Como escolher o melhor plano de saúde para seu filho

Os pequeninos são seres totalmente frágeis e que necessitam de atenção e cuidado. Dessa maneira, sabe-se que é essencial organizar de forma eficiente a chegada do novo membro da família. Por isso, muitas vezes as pessoas ficam em dúvida sobre como escolher o melhor plano de saúde para o seu filho.

No mercado brasileiro, existe uma infinidade de bandeiras de medicina que são capacitadas com programas eficientes e que zelam pela qualidade de vida dos principais envolvidos em uma gestação. Por isso, recomenda-se que haja a contratação das equipes mais tradicionais e que possuem perfil de liderança no mercado. Aquelas que têm um número maior de hospitais e estruturas em geral também são mais eficientes. Confira as principais bandeiras abaixo:

Amil

  • A Amil teve seu surgimento no Rio de Janeiro em 1978 com a proposta de medicina de grupo, pois médicos brasileiros decidiram tornar a medicina acessível ao maior número de pessoas possível, o que rendeu atualmente para a Amil uma gama de milhões de clientes. O grupo se expandiu ao longo dos anos.

Bradesco

  • O grupo Bradesco iniciou a sua atuação com o seguro-saúde a partir de 1984 com a busca pela flexibilidade, qualidade, credibilidade, solidez e segurança. Os seus produtos, destinados para o atendimento empresarial, renderam parcerias com redes referenciadas e milhões de beneficiários.

SulAmérica

  • A SulAmérica está no ramo de seguros por 120 anos, desde que foi fundada por Dom Joaquim Sanchez de Larragoiti, no século XIX. O Plano de Saúde SulAmérica adota a postura de garantir confiança em seus serviços e já faturou diversos prêmios. Além disso, a equipe SulAmérica acredita que gerar alianças no mercado une as companhias nos negócios e também desenvolve o crescimento de marca.

As principais carências para os recém-nascidos englobam:

  • 300 dias para cobrir os custos do parto
  • Atendimento gratuito ao bebê nos primeiros 30 dias de vida
  • Os planos com cobertura integral são os de perfil ambulatorial mais hospitalar, com obstetrícia. Esses dão direito a consultas, exames, procedimentos ambulatoriais, internações e parto. Os planos hospitalares com obstetrícia cobrem apenas internações e parto