Confira quais são os problemas de saúde mais frequentes em cada profissão

O ambiente de trabalho é algo que deve ser bem equipado em todos os sentidos para proporcionar ao trabalhador um clima mais saudável e que evite riscos para a saúde tanto física quanto psicológica. Além do mais, os empresários devem estar atentos com o bem-estar de cada funcionário e adquirir uma apólice de caráter empresarial. Atualmente, há inúmeras bandeiras de medicina preparadas para atender todas as necessidades da população, o que inclui o trabalho. As principais bandeiras de medicina oferecem apólices para pequenas, médias e grandes empresas. Mesmo assim, ainda existem problemas que afetam cada profissão.

A medicina do trabalho é algo primordial para dar mais segurança aos trabalhadores. Os profissionais dessa área também procuram pesquisar cada vez mais e achar os melhores métodos para garantir aos colaboradores um ritmo de trabalho melhor e também procuram prestar a melhore assistência em casos desagradáveis que podem atingir qualquer pessoa contratada para algum serviço.

Sabe-se que uma gripe ou dor de cabeça comum são situações normais que podem acontecer com qualquer um devido ao clima, à exposição com agentes malignos que invadem o corpo ou até mesmo por causa do acúmulo de estresse que acomete as pessoas na sociedade.

No entanto, algumas patologias devem ser investigadas e levadas com mais seriedade pois podem atrapalhar a vida das pessoas em geral. Muitas vezes, os trabalhadores, e isso pode incluir até mesmo quem trabalha do seu lado, passam por dificuldades e problemas sérios no âmbito psicológico.

Isso se manifesta, na maioria dos casos, de forma silenciosa, e muitas pessoas não sabem o que está acontecendo. As disfunções de caráter mental são caracterizadas como as principais dificuldades de saúde de cada profissão. Isso ocorre pois geralmente os colaboradores não procuram a ajuda necessária ou pensam que não é preciso investigar para cuidar. Mas a saúde psicológica é tão crucial para a manutenção do bem-estar quanto a saúde física em si.

Além das doenças psicossociais, há outras doenças por função desempenhada, como lombalgia, problemas de visão, câncer e males de radiação, asma ocupacional, dermatose e outras. Por isso é importante sempre estar atento aos perigos das doenças no trabalho.

Principais equipamentos de saúde encontrados nas farmácias

A tecnologia avança de forma assídua e sua evolução rápida atinge diversos setores da sociedade, inclusive a área da saúde. Atualmente, as pessoas têm muito mais ferramentas e opções para que haja melhoria na saúde e a medicina tem progredido em um nível que traz mais conforto e comodidade para todos os pacientes.

Assim, os equipamentos de segurança melhoraram e há mais acesso para todos. Com isso, as farmácias de todo o mundo estão repletas de equipamentos que visam unicamente gerar maior satisfação para as pessoas, que conseguem monitorar a qualidade de vida com mais facilidade.

Nos tempos passados, havia todo um trabalho mais árduo para tratamentos como ossos quebrados e tarefas ainda mais simples como por exemplo medir a pressão arterial. As pessoas precisavam ir até o médico ou então entravam em uma salinha na farmácia para realizar alguns procedimentos, que só eram realizados por profissionais especializados.

Porém, a tecnologia mudou a vida de todos pra melhor e hoje existem mais regalias para a execução de algumas tarefas. Os aparelhos estão mais modernos e sofisticados, sem deixar de lado a principal prioridade que é a saúde. Conheça abaixo os principais equipamentos encontrados em farmácias que melhoraram a vida das pessoas:

Medidor de Pressão

Antes, apenas um médico ou farmacêutico era capaz de medir a pressão das pessoas. Havia um aparato destinado para a realização desse procedimento. No entanto, atualmente, as prateleiras das farmácias mostram caixas pequenas nas quais se encontram aparelhos fáceis de usar que ficam dentro de casa e assim fornecem mais tranquilidade para medir a pressão.

Medidor de temperatura

Assim como o medidor de pressão, a tecnologia também está aliada com os casos de febre que podem acometer qualquer indivíduo. Na suspeita de uma temperatura elevada, as farmácias também comercializam medidores cada vez mais discretos e eficientes. Há alguns que utilizam até o laser e conseguem determinar a temperatura de forma instantânea.

Órteses e produtos ortopédicos

Além de medir e pressão e temperatura, o desenvolvimento da medicina proporcionou um cuidado ainda maior com as pessoas que sofrem de problemas nos ossos, articulações e que precisam melhorar a mobilidade. As órteses trazem mais conforto e assim cuidam de forma mais completa durante o tratamento designado pelos médicos.

 

 

 

 

Hormônios que regulam a vida

Os hormônios são substâncias frequentemente comentadas no cotidiano das pessoas, devido ao grau de importância que eles exercem para o funcionamento do organismo. Eles são cruciais para a regulação do corpo, visto que desempenham funções que abrangem um universo muito amplo do corpo humano.

Muitos médicos especialistas nessa área trabalham para que haja mais responsabilidade com os hormônios, pois o equilíbrio deles e seu completo funcionamento são essenciais para uma vida melhor e mais satisfatória.

A palavra vem de origem grega e significa estimulação ou estímulo, pois sua tarefa principal está em conduzir os mecanismos do corpo e induzir atitudes que servem para o bem-estar. Os seres vertebrados, o que inclui os seres humanos, têm cerca de 50 substâncias nesse perfil e cada uma possui uma particularidade diferente que a torna tão especial para o funcionamento do organismo.

O estudo desses elementos data do final do século XIX e início do XX, quando um cientista japonês chamado Takamine pesquisou cristais de adrenalina e foi descobrindo as singularidades desse hormônio.

Assim, descobriu-se, com o passar do tempo, que os hormônios fazem parte do sistema endócrino e são também produzidos por alguns neurônios especializados.

Dentro das funções desses elementos, estão a regulação do organismo, assim como o trabalho de mensageiro químico, que se responsabiliza pela parte da comunicação entre as células e outras estruturas do corpo humano.

O sistema endócrino é repleto de glândulas que jogam os hormônios na corrente sanguínea e atua em parceria com o sistema nervoso. Assim, essa dupla, comandada pelo hipotálamo, fica integrada de uma forma na qual o corpo passa a funcionar equilibradamente.

As glândulas do sistema endócrino são:

  • Hipófise

A hipófise está localizada no centro da cabeça, logo abaixo do cérebro.

  • Tireoide e paratireoides

A tireoide está localizada no pescoço enquanto as paratireóides são quatro pequenas glândulas, localizadas atrás da tireóide.

  • Timo

O timo está situado entre os pulmões.

  • Glândulas suprarrenais

As glândulas supra renais estão localizadas acima dos rins.

  • Pâncreas

O pâncreas está localizado na parte esquerda do corpo, perto do estômago.

  • Glândulas sexuais

As glândulas sexuais são os ovários e os testículos.

Os principais hormônios do corpo humano são:

  • Testosterona;
  • Estrógeno;
  • Progesterona;
  • Hormônio do Crescimento (GH);
  • Insulina;
  • Melatonina;
  • Noradrenalina;
  • Adrenalina;
  • Dopamina;
  • Serotonina.

 

 

 

A atividade física é um combustível para o organismo

O corpo humano, assim como qualquer máquina, precisa de combustível e energia para funcionar. Por isso, nutricionistas, médicos e outros especialistas do corpo recomendam o consumo correto e responsável de alimentos ricos em carboidratos para a manutenção do bem-estar e da forma física. Além disso, os seres humanos também são indivíduos que dependem da movimentação do organismo para um funcionamento melhor das atividades do cotidiano. Assim, a prática de atividades físicas regulares está altamente associada com uma vida mais satisfatória e cheia de vigor.

É importante consultar um médico para entender como cada pessoa deve se exercitar. Algumas precisam de mais e outras menos exercício, mas saber que o sedentarismo só traz prejuízo é um fato concreto. Em todo o mundo, percebe-se que as pessoas estão cada vez mais propensas a adotar um hábito de deixar de lado os exercícios físicos. Isso é preocupante, pois assim os casos de problemas e desordens no âmbito da saúde só aumentam. A falta de atividades promove problemas no coração, sistema circulatório e também se associa com a obesidade. Isso funciona como um veneno para o corpo, que vai se degradando de forma lenta e silenciosa, até chegar em uma fase irreversível.

Por isso, o governo brasileiro busca constantemente tomar medidas que promovem o estímulo da prática de atividades físicas. Em parques e praças é possível observar setores destinados para o movimento do corpo e isso gera resultado. Alguns benefícios de realizar essa atividade incluem:

  • Contribui para o bom funcionamento dos órgãos, principalmente o coração;
  • Contribui para o bom funcionamento do intestino;
  • Diminui a ansiedade, o estresse e a depressão, pois há a liberação de substâncias responsáveis pelo bem-estar;
  • Melhora o humor e a autoestima de cada indivíduo;
  • Ajuda na prevenção e no controle de doenças cardiovasculares, além da diabetes, hipertensão arterial, osteoporose, problemas respiratórios e outras disfunções;
  • Contribui para o funcionamento normal dos mecanismos cerebrais de auxílio no controle de apetite;
  • Gera um equilíbrio entre a ingestão e o gasto de energia.

Por isso, busque uma atividade que seja do seu interesse e deixe de lado programas como assistir televisão. Só assim é possível melhorar a qualidade de vida.

 

 

Principais disfunções respiratórias do meio urbano

O meio urbano mudou completamente a forma de viver das pessoas. Com a evolução tecnológica e o desenvolvimento do ramo terrestre, muitas pessoas migraram do campo para a cidade e isso passou de geração em geração até a situação encontrada atualmente. No entanto, o planeta já mostra sinais da degradação do meio ambiente devido aos excessos ocorridos nas indústrias, que liberam substâncias tóxicas e prejudiciais ao planeta e também ao corpo humano. Além do mais, a estruturação das cidades sem a presença das áreas verdes e naturais promovem uma série de malefícios, ilhas de calor e outros fatores que desencadeiam crises respiratórias encontradas em muitos cidadãos.

Os problemas de âmbito respiratório são aqueles que acometem o paciente nas vias aéreas. Ou seja, é a região onde se encontram os ouvidos, nariz, boca e garganta, principalmente. Os especialistas destinados para o tratamento dessas zonas são os otorrinolaringologistas, que perceberam algumas ocasiões urbanas que causam problemas respiratórios.

A alta emissão de gases tóxicos e poluentes está associada com a desordem na umidade e assim promovem a manifestação de bactérias e queda na defesa do organismo para combatê-las. Com isso, os hospitais estão cheios de queixas de nariz trancado, dor de garganta e outros incômodos que prejudicam a qualidade de vida.

Conheça abaixo as duas principais doenças respiratórias encontradas nas grandes cidades:

Sinusite

Inflamação dos seios da face, que são as cavidades no entorno do nariz e olhos. Sua atividade é causada por infecção bacteriana e ocorre Quando o ar não consegue ser expirado para fora do organismo, o que proporciona um ambiente favorável para as bactérias desencadearem um processo inflamatório. Os principais sintomas são: dor de cabeça, congestionamento nasal, secreção nasal, redução do olfato, dor de ouvido, dor no maxilar, garganta inflamada, náuseas, tosses, entre outros.

Rinite

Sabe-se que o nariz é uma entrada para o ar e outras substâncias que são carregadas por ele, o que inclui bactérias e outros agentes nocivos ao corpo humano. Por isso, a rinite nada mais é do que uma reação alérgica contra as partículas que são consideradas desconhecidas. Os principais sintomas incluem Irritação no nariz, boca, olhos, garganta, pele, coriza e espirros.

 

Leite da mãe é insubstituível

A chegada de um integrante novo na família é sempre motivo de alegria e agradecimento. Pais, avós, tios e outros membros ficam ansiosos pela recepção do novo bebê, que chega ao mundo como um ser frágil e que necessita dos maiores cuidados existentes. Sem largar a mãe, que colocou a criança no mundo, há o constante hábito de amamentação, que ocorre em diversas situações e horas do dia. O leite materno é de crucial importância para a saúde e manutenção do bem-estar do bebê, pois ele é a única fonte de alimento durante os primeiros momentos da vida do recém-nascido.

Salvo algumas exceções, todos os bebês têm que passar pelo processo de amamentação natural que ocorre através do peito da mãe. A mudança hormonal que ocorre no corpo da mulher permite que ela consiga fornecer alimento durante esse momento de carinho e afeto que apenas mãe e criança conhecem.

O ato de amamentar é tão importante que no Brasil existe o dia nacional de amamentação, que ocorre em todo dia 1 de outubro de cada ano. Além de alimentar a criança, esse ato demonstra proteção e amor ao filho. Por isso, é importante entender os principais benefícios dessa atitude.

Em comparação com as fórmulas infantis e outros alimentos fabricados de forma sintética, ou seja, que não provém naturalmente,  é possível afirmar que o alimento produzido pela mãe é o mais eficaz e completo na estruturação da imunidade da criança, que passa a garantir mais proteção contra infecções e doenças.

Além do mais, o leite materno está associado com um baixo índice de obesidade futura, pois ele organiza o sistema do bebê e regulariza as atividades em equilíbrio.

Veja mais informações relevantes sobre o quadro nutricional do leite materno de acordo com uma quantidade por 100 gramas:

  • Calorias – 70
  • Gorduras Totais – 4,4 g
  • Gorduras Saturadas – 2 g
  • Gorduras Poliinsaturadas – 0,5 g
  • Gorduras Monoinsaturadas – 1,7 g
  • Colesterol – 14 mg
  • Sódio – 17 mg
  • Potássio – 51 mg
  • Carboidratos – 7 g
  • Fibra Alimentar – 0 g
  • Açúcar – 7 g
  • Proteínas – 1 g
  • Vitamina A – 212 IU
  • Vitamina C – 5 mg
  • Cálcio – 32 mg
  • Ferro – 0 mg
  • Vitamina D – 3 IU
  • Vitamina B6 – 0 mg
  • Vitamina B12 – 0,1 µg
  • Magnésio – 3 mg

 

 

Catarata – Tudo o que é preciso saber

No mundo de hoje, o sentido mais requisitado é o da visão. Todos são importantes, porém as maiores preocupações são de enxergar de forma clara e nítida o mundo afora. Assim, as maiores queixas por parte dos idosos ocorrem com situações de vista embaçada e isso está associado à catarata.

Com o passar do tempo, o corpo humano passa pelo processo de envelhecimento e assim há maior dificuldade para realizar algumas tarefas. Além disso, muitas funções do corpo que funcionavam de forma completa começam a se deteriorar. Os sentidos humanos são de visão, olfato, paladar, tato e audição, mas eles não estão imunes de sofrerem alterações conforme a idade avança.

Essa doença está comum no mundo inteiro e acontece por causa de uma deformidade em uma camada do globo ocular conhecida por cristalino. O olho humano é complexo e sensível, o que demanda mais cuidados que muitas vezes passam despercebidos ao longo da vida.

Com isso, o problema da catarata pode atingir de forma inesperada e causa um enorme desconforto para a saúde e para o  bem-estar de cada um. O cristalino é o responsável pela focalização da visão de perto e de longe, por isso o usuário da catarata tem extrema dificuldade em focalizar objetos de qualquer distância.

Sintomas da catarata:

  • Diminuição da acuidade visual;
  • Sensação de visão “nublada ou enevoada”;
  • Sensibilidade maior à luz;
  • Alteração da visão de cores;
  • Mudança frequente da refração.

Causas principais da catarata:

  • Catarata Senil: Natural do processo de envelhecimento.
  • Catarata Congênita: Ocorre por doenças da mãe durante a gravidez, que atingem o filho.
  • Catarata Traumática: Acontece devido a situações de acidentes que danificam os olhos.
  • Catarata Diabética: Tem início precoce e sua causa vem da diabetes
  • Catarata Decorrente de medicamentos: Ocorre por causa do uso de medicamentos por longo período, principalmente corticoides.

Vale lembrar que se há algum desses sintomas ocorrendo, é importante consultar um especialista. Em caso de confirmação da catarata, deve-se salientar também que há uma cura que ocorre por meio de cirurgia que substitui a lente e melhora a qualidade de vida do paciente.

 

O processo de reajuste de mensalidades

Em todo o território nacional, existem diversas bandeiras de assistência de medicina espalhadas por todos os lugares. No final do século XX, o governo brasileiro desenvolveu a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para que o consumidor tivesse mais segurança e comodidade na contratação de um plano de saúde. Com isso, uma série de regras foram estipuladas para organizar e dar mais direcionamento nos trâmites de contratação. Assim, o contratante passa a depender de um sistema mais completo, eficiente e que evita transtornos, o que inclui a situação dos reajustes de mensalidades dos planos.

Conheça um pouco mais sobre as principais bandeiras de medicina disponíveis no mercado atualmente

Amil

  • A Amil é caracterizada pelo perfil de medicina de grupo, já que esta bandeira foi desenvolvida no ramo de saúde quando médicos brasileiros entenderam que era possível disponibilizar acesso aos recursos médicos para o maior número de pessoas;
  • A marca agrega aproximadamente de 6 milhões de beneficiários;
  • Produtos individuais, familiares, para pequenas, médias, grandes empresas e também odontológicos;
  • Plataformas Amil 200, Amil 400, Amil 500, Amil 700;
  • Benefícios diversos como clínicas especializadas e recursos pela internet.

Bradesco

  • Faz 32 anos que a Bradesco trabalha eficazmente com saúde. Flexibilidade, qualidade, credibilidade, solidez e segurança são as visões de mercado mais relevantes no trabalho da bandeira;
  • Mesmo com pouco tempo de especialização, a operadora possui aproximadamente 4,4 milhões de beneficiários;
  • Rede referenciada;
  • Coberturas adicionais;
  • Contratação conjugada ao plano odontológico;
  • Meu Doutor Bradesco Saúde;
  • Desconto farmácia;
  • Plataformas Premium, Nacional Plus, Nacional, Nacional Flex, Preferencial Plus, Perfil.

SulAmérica

  • O Plano de Saúde SulAmérica está há 120 anos com experiência, prêmios e credibilidade para ofertar modalidades individuais, familiares, PME (De pequenas e médias empresas) e empresariais (Grandes Empresas);
  • Categorização de planos em Exato, Clássico, Especial 100, Executivo e Prestige;
  • Modos Ambulatorial e hospitalar com obstetrícia e Hospitalar com obstetrícia;
  • Plataformas SulAmérica Saúde, SulAmérica Saúde PME, SulAmérica Saúde PME Mais e SulAmérica Saúde Empresarial;
  • Descontos vão até 65% para 3 a 29 vidas e 55% a partir de 30 vidas;
  • Programas de saúde como o SulAmérica Saúde Ativa.

A situação dos ajustes de mensalidades ocorre de acordo com um estudo feito pelos especialistas para medir o grau de necessidade que um usuário utilizará o plano. De acordo com a tabela, considera-se que pessoas mais velhas usam o benefício com mais frequência, por isso quanto mais idade existir, maior será o preço da mensalidade. Os planos mais famosos geralmente variam o preço a cada 3 ou 4 anos mais velho.

 

 

Entenda de uma vez por todas  o que significa o termo genérico

Doenças podem acometer qualquer indivíduo e de uma forma que muitas vezes não é prevista pelas pessoas atingidas. Quando alguém fica com a saúde debilitada, é natural existir a preocupação que culmina em uma consulta com um especialista da área de saúde. Seja pelo sistema de saúde público ou então de forma particular, é fato que após a visita de um médico, a pessoa que não está bem provavelmente recebe uma receita para os medicamentos que devem ser ingeridos na busca pela cura e restauração do organismo. Com isso, surge a curiosidade sobre os remédios genéricos que invadiram as farmácias de todo o país e oferecem opções diferenciadas para o consumidor.

Um remédio desse caráter geralmente ocupa boa parte das prateleiras de lojas de medicamentos que estão próximas das residências das pessoas. Ao pedir orientação de um farmacêutico, muitas vezes a melhor justificativa para a compra do genérico está no preço que se encontra mais acessível e barato.

Os profissionais também alegam, em alguns casos, que esse perfil de remédio possui a mesma fórmula do original, o que causa mais confiança pois o comprador pensa que está com o mesmo medicamento mas por um preço mais em conta.

Existem basicamente três principais diferenças encontradas entre os remédios originais e aqueles que são considerados de outra linha. O primeiro deles é o medicamento conhecido como “de referência”. Estes possuem índice de eficácia terapêutica e comprovação certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Existem três regras gerais que certificam um remédio como “de referência”.

Ele precisa ser homeopático, filoterápico ou então alopático. Além disso, deve haver comprovação laboratorial e de estudo sobre sua segurança e qualidade. Já os remédios genéricos são aqueles nos quais há o mesmo princípio ativo químico de um remédio de referência. Ou seja, sua embalagem possui a letra G e uma tarja amarela de identificação.

Os genéricos têm sua fase de produção com aprovação e teste da ANVISA para a substituição de um medicamento de referência. Além do mais, sua fabricação ocorre depois do período de expiração ou renúncia da patente e de outros direitos de exclusividade do medicamento. Para mais informações, consulte um profissional da área.

 

 

5 maneiras de prevenir a osteoporose

O corpo humano é dotado de várias funcionalidades extremamente complexas que unidas fazem com que tudo seja organizado e perfeito. É uma máquina que reúne diversas células diferenciadas que por fim formam tecidos, órgãos, sistemas e compõem toda a estrutura física do ser humano.

Com o passar dos anos, as pessoas envelhecem e o corpo passa a mostrar sinais de decadência, o que leva a sintomas em algumas áreas específicas do corpo. Na melhor idade, uma das principais queixas dos idosos está relacionada com a estrutura óssea, que é a responsável por dar todo o sustento do corpo juntamente com os músculos e cartilagens. Com isso surge a osteoporose.

Os ossos fazem parte do sistema esquelético nos indivíduos e tem coloração esbranquiçada, com característica de dureza. Ou seja, são estruturas fortes e firmes, que se quebram apenas através de um grande impacto.

Por possuir um remodelamento dinâmico, o osso está constantemente se renovando e eliminando partes que não prestam para o sustento do corpo. Seus principais tecidos de formação são tecido ósseo, cartilaginoso, conjuntivo denso, epitelial, adiposo, nervoso e vários tecidos formadores de sangue. As principais funções do sistema esquelético são:

  • Sustentação do organismo (apoio para o corpo);
  • Proteção de estruturas vitais (coração, pulmões, cérebro);
  • Base mecânica para o movimento;
  • Armazenamento de sais (cálcio, por exemplo);
  • Hematopoiética (suprimento contínuo de células sanguíneas novas).

No entanto, com o passar do tempo, muitas pessoas passam a adquirir deficiências no funcionamento desse sistema, o que caracteriza a osteoporose. A falta de absorção de cálcio com o aumento da idade também diminui a ingestão de minerais para o corpo, o que piora ainda mais o processo. A osteoporose é a diminuição da massa óssea e tem algumas predisposições gerais, tais como:

  • Pele branca;
  • Histórico familiar de osteoporose;
  • Vida sedentária;
  • Baixa ingestão de Cálcio e /ou vitamina D;
  • Fumo ou bebida em excesso;
  • Medicamentos, como anticonvulsivantes, hormônio tireoideano, glocorticoides e heparina;
  • Doenças de base, como artrite reumatoide, diabetes, leucemia, linfoma.

Para evitar o desenvolvimento dessa disfunção, cinco hábitos incluem:

  • Fazer refeições ricas em cálcio e vitamina D;
  • Manter uma rotina de atividades físicas regulares;
  • Não beber em excesso e não fumar;
  • Evitar o consumo de muito sal ou cafeína, pois eles podem levar a perda de cálcio pelo organismo;
  • Tomar sol sem filtro solar por pelo menos 15 minutos ao dia, antes das 10 horas ou após às 15 horas.